domingo, 12 de outubro de 2014

SÁBADO FRESCO




Ao contrário de certas pessoas, tenho vida... E ontem não fui a tempo de falar do meu sábado fresco.

Ficou para hoje, agora que estão todos enfiados em casa a fugir à tempestade, a trocarem mentirinhas no Face, a vigiarem os ex, ou os próximos alvos, e a olharem na diagonal para uma TV a dar não sei o quê, com as pantufas foleiras no ar, em vez de pegarem num livro de jeito ou irem fazer pão.

Quantas porcarias é que já comeram hoje, com aquele apetite burro dos dias de chuva forte logo a seguir ao sol?




O meu dia começou no Quiosque Refresco do Príncipe Real, ao meu estilo, no meio da rua, de olhos bem abertos.

Chá de jasmim gelado, empada de galinha, e um queque de Tomar (de baunilha). Pequeno-almoço de mulher rija!

O meu plano era simples: olhar para o lado e ver o Mercado Biológico do Príncipe Real em pleno: todos os sábados, faça chuva ou faça sol, com produtos acabados de crescer ao ritmo certo, com o tratamento certo.




Então atirei-me à minha pasta de azeitona Santa Olaia, para pôr no pão de trigo cozido em forno de lenha, que também marchou. Àquela hora o pão ainda vinha quentinho… como eu, do forno da cama!




Enfim, é um banho de cores e texturas, cheiros, gente agradável, com gosto no que faz ou cria.






E pronto, acordei do sonho com o toque do telemóvel a chamar-me para a confusão. Sábado também é dia de despachar a molhada de fãs na loja. Limpem-me a loja – no bom sentido, é o grito de sábado.


Vá, vão lá fazer festas ao umbigo.
 




vestido Nanning
casaco Nanning
botas Nanning
mala Maria Maleta
colares Nanning


Quiosque do Refresco 
Jardim do Principe Real
8.30h -1h

Mercado biológico
Jardim do Principe Real
todos os sábados 8h-13h


Sem comentários:

Publicar um comentário